Governo Alagoas
Comissões

Senado cria o Dia Nacional do Funk

Caso não haja recurso para votação em Plenário, o texto segue para sanção presidencia

08/07/2024 23h36
Por: Redação
Fonte: Rádio Senado
Relatório foi lido pelo senador Carlos Portinho, que lembrou a influência do funk na sua vida quando começou como disc jockey foto: Agência Senado
Relatório foi lido pelo senador Carlos Portinho, que lembrou a influência do funk na sua vida quando começou como disc jockey foto: Agência Senado

O projeto (PL 2229/2021) que cria o Dia Nacional do Funk foi aprovado na Comissão de Educação e Cultura. A data escolhida, 12 de julho, busca homenagear o Baile da Pesada, festa precursora para a popularização do funk.

Em São Paulo, o Dia do Funk, 7 de julho, já existe como homenagem para o MC Daleste, assassinado durante um show em Campinas em 2013. Caso não haja recurso para votação em Plenário, o texto segue para sanção presidencial. 

Dia do Funk - A proposta aprovada pelo Senado e que aguarda sanção do presidente Lula quer que o Funk seja celebrado em uma data nacional: 12 de julho, em referência ao Baile da Pesada, festa precursora para a popularização do funk. O evento aconteceu no dia 12 de julho de 1970, no Rio de Janeiro.

De acordo com o relatório da senadora Janaína Farias, do PT do Ceará, a data valoriza a expressão cultural e o ritmo musical desenvolvidos a partir da periferia urbana. O texto reconhece, também, o potencial econômico do funk, indústria que movimenta milhões por ano.

O voto da relatora foi lido pelo senador Carlos Portinho, do PL do Rio de Janeiro. Ele revelou ter sido DJ na juventude e ter tido influência de artistas como Claudinho & Buchecha e Furacão 2000. Portinho classificou o funk como manifestação cultural genuinamente brasileira e criticou preconceitos:

"Historicamente, o funk tem sido marginalizado e criminalizado, muitas vezes associado à violência e ilegalidade. No entanto, é inegável que o funk oferece um caminho de esperança e transformação para muitos jovens."

O desenvolvimento do funk no Brasil teve início na década de 1970, sob influência dos estilos soul e funk norte-americanos. Eram os bailes black, lembrados por muitos brasileiros com saudades nos dias de hoje.

Com o tempo, o funk carioca trilhou seu caminho próprio e virou febre na década de 90 do século passado, quando se multiplicaram os bailes funk e as baladas charme, no Rio de Janeiro. Hoje, o funk é nacional e exporta música para o mundo inteiro.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias