Câmara Institucional
Assembleia

Desembargador Orlando Rocha e médico Renato Rezende recebem título de Cidadão Honorário

A solenidade foi proposta pelas deputadas Cibele Moura e Fátima Canuto

10/06/2024 19h33
Por: Redação
Fonte: Ascom ALE

A Assembleia Legislativa homenageou nesta segunda-feira (10) os irmãos Orlando Rocha Filho, desembargador e vice-presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), e Renato Rezende Rocha, médico cirurgião da Santa Casa de Maceió, com o título de Cidadão Honorário de Alagoas.

A solenidade foi proposta pelas deputadas Cibele Moura (MDB) e Fátima Canuto (MDB) em parceria com a ex-deputada Ângela Garrote (PP). Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente da Casa, deputado Marcelo Victor.

“Quando o Estado de Alagoas, através dos seus parlamentares, escolhe alguém para entregar um título de cidadão é um ato de vontade e de reconhecimento pelos anos dedicados ao nosso Estado. Que a história desses dois homens sirva de inspiração para as próximas gerações. Homens que dedicaram a vida para fazer o bem aos seus irmãos alagoanos”, destacou o presidente do Poder Legislativo.

A deputada Cibele Moura, propositora do título de cidadania a Renato Rezende, disse que o homenageado já tem "suas raízes plantas em Alagoas".

“Sua família foi construída aqui. O seu legado com certeza perdurará por gerações. Por isso, nada mais justo do que fazermos essa homenagem, só para confirmar de direito o que já é de fato há vários anos”, justificou a parlamentar.

A ex-deputada Ângela Garrote, autora da lei nº 8.386/2021, aprovada na legislatura passada, que concede cidadania ao desembargador Orlando Rocha Filho, contou que um dos motivos que a levaram a homenagear o magistrado foi o fato de ele ter sido seu professor.

“Me propus a conceder o título de cidadania a ele por ter sido meu professor e ser amigo de todos os alagoanos”, declarou Garrote.

Esposa de um dos homenageados, a deputada Fátima Canuto agradeceu à colega de plenário e de legenda, Cibele Moura, e ao presidente da Casa por conduzir a sessão solene de outorga do título de cidadania ao marido Renato Rezende e ao seu cunhado Orlando Rocha.

Canuto teceu elogios aos homenageados, apresentando um vídeo onde conta a trajetória dos irmãos Renato e Orlando Rocha desde quando chegaram ao Estado de Alagoas.

Homenageados

Para o desembargador Orlando Rocha Filho, receber o título de cidadão honorário de Alagoas é motivo de muito orgulho e um ato de amor. Ele comparou a homenagem a uma adoção.

“Estou sendo adotado como filho. Certamente eu devo ter prestado alguns serviços em benefício da terra, ao contrário essa honraria não seria prestada. A minha maior satisfação hoje é ter recebido esse título ao lado do meu irmão que recebeu um idêntico”, declarou.

Nascido na cidade do Rio de Janeiro/RJ, ele chegou a Alagoas no ano de 1954. Concluiu o curso de Direito na Universidade Federal de Alagoas em 1973, tendo sido advogado militante por aproximadamente 10 anos.

Aprovado em concurso público para juiz de Direito estadual, cargo para o qual foi nomeado em 16 de dezembro de 1986, atualmente ocupa o cargo de vice-presidente do Poder Judiciário alagoano.

Já o médico cirurgião Renato Rezende disse estar imensamente feliz com a homenagem, pois, de acordo com ele, sempre se entendeu como filho da terra. Ele declarou ainda que a homenagem é um reconhecimento aos serviços prestados a Alagoas.

Renato Rezende é natural da cidade de Guanabara, no Rio de Janeiro, mas reside em Alagoas desde os três anos de idade, quando chegou a Maceió juntamente com sua família, no ano de 1955. Formado pela Escola de Ciências Médicas de Alagoas em 1977, Renato Rezende fez residência médica no Hospital de Oncologia no Rio de Janeiro, entre os anos de 1978 e 1981. Voltou para Maceió e ingressou no corpo clínico da Santa Casa, como também no Hospital de Pronto Socorro de Maceió (hoje HGE) e como cirurgião do Hospital de Doenças Tropicais.

A sessão solene contou com a presença de diversas autoridades do meio político, jurídico, da educação, da medicina e de representantes de outros poderes, a exemplo do presidente do TJAL, desembargador Fernando Tourinho; do presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Fernando Toledo; e dos deputados Alexandre Ayres (MDB), Bruno Toledo (MDB), Inácio Loiola (MDB), Carla Dantas (MDB), Sílvio Camelo (PV), Antonio Albuquerque (Republicanos) e Doutor Wanderley (MDB). 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias